Tenho uma pequena confecção com 15 funcionários. Existem programas motivacionais para microempresas?

Tenho uma pequena confecção com 15 funcionários. Existem programas motivacionais para microempresas?

A base da motivação está em compreender as necessidades. Por isso, programas motivacionais podem ser aplicados em empresas de qualquer tamanho ou segmento.

Não há um formato ideal, mas é fundamental que ele esteja de acordo com a cultura da empresa, seus valores e sua missão. Antes de tudo, o gestor deve identificar a percepção que seus colaboradores têm da empresa – o que entendem do negócio, o que pensam da liderança exercida, a imagem que têm da empresa e o grau de satisfação em fazer parte da equipe.

Muitos colaboradores trabalham na linha de produção e acabam sem ver o produto final. Há, também, os que mantêm o emprego apenas para pagar as contas no final do mês. Um bom gestor consegue ir além – consegue fazer com que o empregado se sinta como peça importante no processo. Assim, muda-se a atitude no ambiente de trabalho, melhora-se a produtividade e transforma-se a motivação em resultado positivo para o negócio.

São comuns casos de equipes que sentem falta de reconhecimento por seus trabalhos, ou que acham que o que ganham não condiz com a realidade, ou, ainda, que sentem falta de integração com os colegas. O gestor precisa identificar essas lacunas e trabalhar em cima delas. Planeje e execute atividades voltadas à satisfação das necessidades dos colaboradores, como o uso de recompensas, reconhecimento interno e até promoções de cargo, se estiverem dentro dos limites e da realidade da empresa.

Um bom gestor precisa ter em mente que programas motivacionais têm data de início, mas não de término, e que a cultura da empresa não muda, ao contrário das pessoas. Por isso, o gestor deve estar em constante aprimoramento.